sexta-feira, 3 de janeiro de 2014

Branco Total Radiante!


Temperatura no momento na cidade de São Paulo: Africanos e Saharianos 34 graus!
 
Com o calor deste começo de verão, quero tudo branco já! Sensação de frescor geladinho imediato.
 
 
Brisa fresca
 
 
A cor branca tem muitos significados: pureza, limpeza, neutralidade, paz, serenidade... Uma casa com uma cerca branca lembra felicidade e aconchego. Uma noiva com seu vestido e buquê brancos lembra inocência e a expectativa de uma vida nova. Uma bandeira branca significa trégua e possíveis recomeços.


 
 

Vestido lindo demais by Emanuelle Junqueira
 
 
A cor branca traz clareza para os nossos pensamentos e nos encoraja a superar dificuldades e obstáculos. Os gregos antigos usavam roupas brancas para dormir e garantir bons sonhos. Na Biblia é a cor da luz e do divino.
 
 
Segundo a Pantone, branco é a cor mais vendida para a clássica T-shirt, peça fundamental em qualquer guarda roupa. Existem mais tons de branco disponíveis do que em qualquer outra cor. Lençóis de linho branco são clássicos e chiques para o verão, além de muito frescos para as noites quentes e úmidas.
 
 
T-shirt branca é sempre cool
 
Até na natureza o branco reina absoluto! O perfume das flores brancas é o preferido das mulheres na hora de seduzir. A lua cheia e branca exerce um poder enorme sobre a nossa psique e nossos humores. A neve está associada a pureza, está ai a Branca de Neve que não me deixa mentir.  
 
 
Mil flores


Na decoração o branco é pureza e calma. Luminoso e arejado, abre os espaços pequenos e dá coesão aos ambientes. Um quarto branco é Zen! Um banheiro em mámore branco é Luxo! O Home Office branco cria em nosso cérebro uma tela branca para poder criar e trabalhar sem stress.
 
 
 
Sala luminosa
 
 
Quarto fresquinho e aconchegante
 
 
O branco está presente em muitas das nossas tradições. Nas casas e igrejas coloniais brasileiras caiadas de branco para refletir o calor tropical. Nos bordados feitos a mão e na renda Renascença típicos do Nordeste. Na roupa imaculadamente branca das baianas. Nos ternos dos malandros cariocas.
 
 
Casas Coloniais em Paraty
 
 
Igrejas em Minas Gerais
 
 
O Branco é sempre clássico e atemporal!
 
 
Mais imagens:
 
 














quarta-feira, 9 de outubro de 2013

Wayuu Mochila Bags

 
Apaixonada pelas Wayuu Mochila Bags, bolsas colombianas super coloridas e alegres. Acessório perfeito para o verão!
 
Feitas a mão pelas mulheres da tribo Wayuu que vivem no deserto da Península La Guajira na Colombia, para elas tecer é símbolo de sabedoria, criatividade e inteligência.

 
Bolsa Cartagena by Miss Mochila


Essa arte é passada de mãe para filha há muitas gerações. Cada bolsa é única no seu desenho e cores, pois cada artesã coloca um pouco dela mesma e de suas referências de vida.


Detalhe do desenho
 

Você pode achar as Mochila Bags originais na loja virtual Style Market, que tem muita coisa bacana. O pacote chegou rapidinho e com um cartão fofo. Amei tudo!




Vai lá

www.stylemarket.com.br

segunda-feira, 3 de junho de 2013

Paraty é um charme


Paraty para mim tem uma memória afetiva enorme! Primeira viagem que fiz com meu marido (na época namorado) e foi onde ele passou a maior parte da infância na casa que o avô tinha dentro do Centro Histórico. Perdi a conta de quantas vezes já fomos e sempre me surpreendo com tudo que a cidade tem e com a natureza incrível da baia e das praias! Continuando a tradição da família, agora a casa onde somos gentilmente convidados e super bem recebidos é da minha cunhada, casal metade brasileiro e metade francês que sabe tudo de lá!
 
 
Delícia de feriado em Paraty
 
 
 
Desta vez fomos fazer um pic nic na praia da Conceição com  direito a ceviche de robalo, guacamole, vinho branco e muita diversão com os sobrinhos fofos! O melhor meio do visitar as praias é contratar um dos barcos dos pescadores que fica no cais. Mais pitoresco e você ainda está ajudando as famílias que moram na região. Os barcos são coloridos, charmosos e garantem um passeio diferente.
 
 
Final de tarde a bordo
 
 
Dos muitos restaurantes da cidade escolhemos dois para o último feriado, Thai Brasil e o Banana da Terra. No Thai Brasil fomos de Salada de Papaya verde e Curry de camarão e abacaxi. O restaurante ainda tem um mercadinho onde você acha o arroz basmati e vários temperinhos da cozinha thai. Um charme!!
 
 
O Banana da Terra é um dos meus restaurantes preferidos. A Chef Ana Bueno é muito talentosa e faz misturas super originais com ingredientes brasileiros e frutos do mar. É aquela pessoa que ama o que faz! Além da comida maravilhosa, o lugar é super charmoso e o atendimento é impecável. O nosso Menu: Delícia de siri catado com tartare de banana, farofa e pimenta biquinho mais Bolinho de queijo defumado com paçoca de banana.... depois Purê de Aipim gratinado com peixe e camarão e Peixe selado com banana da terra. E as sobremesas são de comer de joelho, pedimos logo duas... Torta quente de banana, vinho do porto e sorvete de canela e Banana assada com farofa de paçoca, doce de leite e sorvete de coco.
 
 
Bolinho de queijo + Delícia de Siri
 
 
Torta quente de Banana + Banana assada e farofa de paçoca
 
 
A cidade tem várias pousadas e para todos os tipos de bolso. A Casa Turquesa é a mais cara e sofisticada, a Pousada do Sandi a mais conhecida e também muito charmosa e a Pousada da Marquesa é toda decorada com móveis em estilo colonial e objetos de arte do século 18. Se não quiser ficar dentro do Centro Histórico, fique na Pousada do Príncipe D. Joãozinho de Orleans e Bragança, bisneto da Princesa Isabel, a cara de Paraty!
 
 
Aproveite tudo, visite a Casa de Cultura para conhecer melhor a história da cidade, faça um pedacinho da Trilha do Ouro e se der tempo faça um passeio de barco pelo Saco do Mamanguá, o único fiorde tropical da costa brasileira.
 
 
Mais informações
 

quinta-feira, 23 de maio de 2013

Modelos de Mulheres bacanas e reais para inspirar meninas de hoje em dia


Nestas navegadas que damos pela Internet dá para descobrir muita gente legal e com idéias e valores tão parecidos com os nossos, apesar de estarem do outro lado do mundo.
 
Jaime Moore é uma fotógrafa do Texas que teve uma idéia genial para fotografar a sua filha de 5 anos. Ao invés de usar como tema as princesas da Disney, preferência quase que total da maioria das fotos de meninas, ela decidiu usar como inspiração mulheres fortes que haviam mudado o mundo e de alguma forma haviam tornado a vida da sua pequena melhor.
 
As 5 mulheres incríveis que Jaime escolheu para retratar Emma de 5 anos:
 
Susan B. Anthony foi defensora do voto feminino dos Estados Unidos
 
Coco Chanel foi talvez a estilista mais revolucionária da moda, libertando a mulher dos espartilhos e fru frus.
 
Amelia Earhart foi a primeira mulher a pilotar um avião sobre o Oceano Atlântico
 
Helen Keller foi uma escritora, filósofa e conferencista americana que era cega e surda, uma das maiores ativistas dos direitos dos deficientes
 
E uma das minhas ídolas Jane Goodall que é uma antropóloga e primatóloga inglesa que numa época onde nenhuma mulher iria sozinha quase que até a esquina, ela foi morar na África para estudar os chimpanzé
 
 
Emma como Jane Goodall fotografada pela mãe Jaime C. Moore
 
 
 
 
Emma como Helen Keller
 
 
 
Se eu tivesse uma filha, gostaria que além das Princesas da Disney, ela também se inspirasse em mulheres de verdade e que tivessem tido uma vida rica em sentimentos, interesses e valores. Mulheres como Dian Fossey pela sua luta pelos Gorilas das Montanhas, Audrey Hepburn pelo seu trabalho como embaixadora da Unicef, Cora Coralina pela inteligência e doçura de seus versos, Joana D'arc pela sua fé e Eleanor da Aquitânia pela sua biografia impar como Rainha da França e depois da Inglaterra, linda e de personalidade fortíssima foi a mulher mais fascinante e inteligente da Idade Média!
 
 
Para saber mais sobre a fotógrafa Jaime C. Moore vai lá
 
 
 
 
Mulheres inpiradas e inspiradoras não faltam para servirem de modelos para as meninas de hoje em dia
 
 
 
Eleanor da Aquitânia
 
 
 
Joana D'arc
 
 
 
Cora Coralina
Não sei se a vida é curta ou longa para nós, mas sei que nada do que vivemos tem sentido, se não tocarmos o coração das pessoas.
Muitas vezes basta ser: colo que acolhe, braço que envolve, palavra que conforta, silencio que respeita, alegria que contagia, lágrima que corre, olhar que acaricia, desejo que sacia, amor que promove.
E isso não é coisa de outro mundo, é o que dá sentido à vida. É o que faz com que ela não seja nem curta, nem longa demais, mas que seja intensa, verdadeira, pura enquanto durar. Feliz aquele que transfere o que sabe e aprende o que ensina.
 
 
Dian Fossey e o gorila Digit
 
 
Bondade e gentileza de Audrey

terça-feira, 21 de maio de 2013

Chocolate com atitude


Chocolate é um dos alimentos mais amados do mundo e não tem idade para ser chocólatra! Todo mundo gosta, todo mundo quer!
 
Descobri uma marca muito bacana de chocolates finos andando no maravilhoso mundo gourmet da Fortnum&Mason em Londres. Chocolate já é bom, se tiver atitude então melhor ainda.
 
 
 
Coma chocolate e faça o bem
 
 
 
Original Beans é orgânico e feito com sementes de cacau plantadas sem pesticidas. O processo de fabricação do chocolate é feito sem antobióticos ou hormônios e sem aditivos. Para adoça-lo é usado açucar de cana puro. Todos eles são Gluten Free e os amargos são vegan.
 
 
As embalagens são muito lindas e 100% naturais feita de madeira certificada FSC e você pode usá-las no adubo do seu jardim. Tudo é pensado para ter o menor impacto ambiental e para inclusão social das comunidades locais onde são plantadas as árvores.
 
 
 
Para cada barra de chocolate produzida, uma árvore é plantada
 
 
As quatro barras de chocolate Original Beans contam um pouco da história do cacau: da sua origem na Amazônia vem o Beni Wild Harvest plantado na Bolivia, do Império Inca vem o Piura Porcelana plantado no Peru, da invenção do chocolate vem o Esmeraldas Milk plantado no Ecuador e do olhar para a sustentabilidade no século 21 vem o Cru Virunga plantado no Congo. Cada um deles protegendo a Floresta Tropical, seus animais e pessoas.
 
 
Eu comprei só uma barra do Cru Virunga (70% Cacau e amargo) para experimentar e depois me arrependi muito de não ter comprado de todos. O chocolate realmente tem um gosto diferente, um que de azedinho de cerejas e que dura na boca. A barra acabou em menos de um dia!!!
 
 
Porque escolhi o do Congo? Bom, quero muito conhecer o Parque do Virunga e os Gorilas das Montanhas, assim fiquei um pouquinho mais perto do meu sonho, já que cada barra consumida também ajuda a proteger estes animais incríveis!
 
 
 
Wish List !!
 
 
 

sexta-feira, 10 de maio de 2013

Viajando a Trabalho - Dicas e Etiqueta na China


Viajar a trabalho é bom e dá uma super quebrada na rotina "9 to 5" que se repete exaustivamente ao longo do ano. Mas não é esse glamour todo que as pessoas pensam. O seu tempo não é seu para passear e fazer todo o turismo que você quer e ainda por cima tem que ralar muito para fazer a passagem aérea valer a pena!!!
 

 
A etapa de Hong Kong é a minha preferida !
 
 
 
Todo mundo que vai as feiras na China está a procura de novidades no seu mercado. No nosso caso, utilidades para a casa e decoração. A quantidade de estandes e fornecedores é absurda. Só para se ter uma idéia das estatísticas da Canton Fair que acontece em Guangzhou: 1.160.000 de m2, 59.000 estandes e mais de 210.000 visitantes internacionais.

 
 

Planta da Feira, cada quadradinho tem que ser visitado. Ufa!
 

 
É uma loucura e andamos em 5 dias a média de 6 horas por dia garimpando coisas bonitas e interesantes. O que quer dizer ter olhos muito abertos e saber muito bem o que você quer, senão você se perde na imensidão de produtos horríveis, micro estandes e de corredores lotados de compradores.

 
 
Se prepara para andar muito!

 
 
Na etapa da feira de Hong Kong ainda dá para se divertir um pouco à noite, passear em Kowloon, fazer umas comprinhas básicas no Peninsula Arcade e terminar o dia jantando no Nobu. Agora quando chegamos em Guangzhou é só trabalho! A cidade é grande e parece ter uma nuvem de poluição permanente no céu. Um trânsito dos infernos, então o melhor é ficar num hotel perto do Pavilhão Pazhou, onde acontece a feira.

 
 
 
Guangzhou e a vista para o Pearl River
 

 
Ai vai um resumidinho para fazer uma feira produtiva e sem ter que voltar pro Brasil no avião UTI:

  • Mande fazer uma quantidade boa de cartões, pois os chineses não te dão nenhuma informação ou cotação sem o seu "name card".

  • Na hora de dar seu cartão e de receber o cartão deles, faça com uma pequena reverência e com as duas mãos segurando com os dois dedões na frente no cartão. Isso mostra o respeito que você têm por eles e pela empresa deles.

  • Prepare para dar um downgrade no seu inglês, não tente elaborar muito com os chineses porque eles falam muito mal, se restrinja a yes, no, same color, no change e price. Mais do que isso só vai dar confusão no seu pedido.

  • Quando puder, peça os preços no estande e faça o pedido ali na hora. Facilita muito quando são produtos que têm que ser combinados. A foto enviada depois muitas vezes não faz jus ao que você viu ao vivo.

  • Não saia sem o cartão com o nome e endereço do seu hotel. Os motoristas de taxi só falam chinês e se você não der esse cartãozinho para eles corre o risco de ficar na rua. Eles te largam ali sem dó nem piedade.

  • Fique num hotel perto do Pavilhão de Exposições. No final do dia quando você não agüentar dar mais um passo, vai agradecer poder atravessar a rua e ir para o seu quarto rapidinho. As filas do taxi são monstras e lembre-se que são mais de 200.000 compradores estrangeiros querendo voltar para o hotel também.  O Shangri la e o Westin são os mais próximos do Pazhou.

  • Cheque também em quais hoteis o ônibus da feira passa, ele economiza tempo e pernas!

  • Leve seus sapatos mais confortáveis, eu diria até aqueles mais velhinhos e largos, porque no final do dia depois da maratona de andar 6 a 7 horas seguidas, seus pés não agüentam mais um passo. E no dia seguinte a maratona continua!

  • Chegue no hotel, encha a pia de água bem quente e mergulhe uma toalha de rosto, torça bem e enrole seu pé dentro dela e faça uma massagem. Ajuda muito!

  • Leve pelo menos duas embalagens de alcool gel para desinfetar as mãos, durante o dia você perde a conta de quantas pessoas cumprimenta e quantos corrimões você coloca as mãos e ninguém merece pegar um vírus chinês e ficar de cama.

  • Leve uma farmácia completa com antibiótico, antinflamatório, antigripal, antitérmico, antialérgico, pomada para pequenos ferimentos, band ainds, spray para nariz, antiácido, etc etc. Lá você não consegue comprar nada disso.

  • A vacina de frebre amarela é obrigatória. Tem que ser tomada 30 dias antes da viagem e tem validade por 10 anos. Peça o certificado internacional da vacina onde você for tomar, o certificado brasileiro não é aceito.

  • Para as meninas, baby wipes na bolsa sempre! No banheiro preste atenção para não entrar na casinha que tem a latrina (privada no chão ao estilo chinês).

  • Use bolsa a tiracolo leve só com o esencial e leve um cashmerzinho porque em alguns estandes o ar é muito forte.

  • Eu levo um lanchinho do hotel dentro de um ziploc, não curto a comida que tem lá. A única coisa gostosa nas lanchonetinhas são os sorvetes Haagen Dazs e Coca Cola!

  • Na passarela que comunica os andares tem vários serviços interessantes, tipo gráfica rápida para fazer cartões e Courriers para se você quiser enviar os catálogos de volta para o Brasil sem pesar na sua mala.

  • Tem um serviço interessante de secretarias, são moças chinesas que falam inglês e servem de intérprete e também podem ficar anotando preços e produtos enquanto você já seguiu para o próximo estande.

  • O visto chinês sai rápido mas é bom que você tenha um convite da Canton Fair ou de um dos seus fornecedores. Ele é necessário para a mainland China (Guangzhou) e é valido por entrada. Então todo ano tem que tirar um novo. Para Hong Kong não precisa de visto.
 
  • Dentro da China não é possível entrar em redes sociais tipo Facebook ou Twitter e em Blogs. O Instagram e Skype funcionam bem. Leve seu Ipad recheado com séries e filmes porque mesmo nos bons hotéis a opção de canais ocidentais é pequena.
  •  
 É cansativo mas vale muito a pena fazer estas viagens. A nossa cabeça sempre se abre às novas idéias. Ver modos de vida e culturas diferentes sempre nos fazem pensar a respeito da nossa vida e realidade. Viajar é bom, mas voltar para casa é ainda melhor!!

China, nos vemos em 2014!

Mais fotos...


Pazhou à noite
 
 
 
 
Pazhou de dia
 
 
 
Caminhada diária
 
 
 
 
Flores lindas em Hong Kong
 
 
 
Entrada da Housewares Hong Kong
 
 
 
 
Turismo no Stanley Market porque ninguém é de ferro!
 
 
 
 
De volta a Londres e quase chegando em casa